Ultimas

Não Beijem Nossos Bebês - Isso Pode Matá-los!

Às vezes, um gesto de carinho pode colocar a vida do bebê em risco, principalmente se ele for um recém-nascido. 

Imagine o que pode acontecer com um bebê que teve seu rostinho e suas mãozinhas beijadas por alguém com herpes? Até mesmo a boca de um adulto saudável, que faz higiene bucal diária e frequenta o dentista, possui germes que podem ser muito nocivos a um bebê, cujo sistema imunológico está em desenvolvimento, e portanto imaturo.

Algumas pessoas e parentes não entendem a importância de certos cuidados e acham que é frescura da mãe, ou em muitos casos, a própria mãe não tem informações sobre o risco de um simples beijo ou toque na mão do bebê.

Veja o que aconteceu com uma bebê de menos de 24 dias que morreu após contrair o vírus da herpes ainda no hospital: a pequena Eloisa Lampton nasceu em Queensland, na Austrália, e morreu. Os médicos acreditam que a recém-nascida tenha sido infectada ainda no hospital, através de um beijo dado por alguém que estava com uma afta.

Eloisa começou a perder peso após alguns dias em casa e precisou voltar a ser internada. Para tentar descobrir o que causava a perda de peso, a equipe médica a sedou e conectou a um aparelho que ficou responsável por bombear o sangue.

Após dois dias de investigação, a família foi informada que a doença era causada pelo vírus da herpes.

O vírus foi transmitido através de uma lesão. É preciso ter contato – através de beijo ou toque. Este caso aconteceu em novembro de 2014, mas, é mais comum do que imaginamos. Semana passada uma mãe aflita fez um alerta em seu perfil do Facebook:

A mãe de Oliver, um bebê de 1 anos e 3 meses se preocupou quando viu que ele estava ficando com manchas vermelhas e regiões do corpo irritadas/empoladas. Ela o levou ao médico e teve uma péssima notícia: seu bebê havia contraído herpes. Amy, então, resolveu publicar fotos das lesões para fazer um alerta. No caso de Oliver houve tempo para o tratamento.

“Isso é o que acontece a bebês quando entram em contato com alguém com herpes. Oliver agora tem o vírus da herpes e o terá para a vida toda. Pense antes de beijar um bebê”, escreveu, Emy.

Mantendo o equilíbrio e a calma:

Inúmeras doenças podem podem ser transmitidas pelo beijo por meio de gotículas de saliva se a pessoa estiver doente ou carregando algum vírus. Mas, não é necessário privar o bebê dessa expressão carinhosa tão importante para a construção do vínculo, no entanto, é importante ter consciência dos limites. Apenas os pais e pessoas íntimas como avós e tios (desde que não estejam doentes) podem fazer esse tipo de contato, mas, sem deixar os cuidados com a higiene de lado.

O toque com as mãos é também muito perigoso. Nós tocamos em maçanetas, bancadas, torneiras, privadas… Tudo isso guarda microorganismos que podem ser prejudiciais ou até mesmo fatais, como por exemplo o vírus da H1N1!

Então, o alerta sempre será sobre higienizar bem as mãos ou manter distância do bebê caso você esteja doente ou sob suspeita.
Fonte: infanciaematernagem.com.br
Postar um comentário
 
Copyright © 2011 - 2014 O Controle da Mente - A Ciência em Ação!