Ultimas

Até Quando Você Irá Assistir Sua Vida Dando Errado?

Diversas situações que ocorrem em sua vida têm a função de alertar o que precisa ser mudado.

Você já prestou a atenção em como algumas doenças ou situações se repetem em sua vida? É muito interessante começar a olhar para esse quadro de uma forma mais ampla para assim entender o que esse ciclo diz a respeito de você mesmo.

Mas antes é importante ter claro que os sintomas nem sempre são físicos, podem ser emocionais e alguns podem estar relacionados a situações negativas que você vem se deparando e que não consegue entender o porquê.

Os dias passam e vamos realizando várias atividades, umas dão certo e outras sempre oscilam ou dão errado, ou mesmo aquela dor chatinha volta a aparecer e por mais que tome medicações, ela volta a incomodar em algum momento.
Talvez seja o momento de parar e respirar. Isso mesmo. Respirar, sentir o ar entrar e sair, sentir-se focado no presente momento e assim começar a olhar com um pouco mais de atenção para o que vem acontecendo com você.

O que é isso que se repete que não permite que sua vida flua com leveza? O que mais precisa acontecer para parar de fugir? De esconder-se de situações e sentimentos que promovem a dor, a inveja, raiva, indignação e tristeza?

O corpo e a vida nos enviam mensagens o tempo todo, basta prestarmos a atenção e nos propormos a mudar. Mas o que acontece é que seguimos fazendo de conta de que tudo está bem e que não é necessário fazer nada com o que está disfuncional, simplesmente podemos ignorar e esquecer que a dor passará.

Mas aí você chega ao meu consultório com a queixa de que nada dá certo, que por mais que tente fazer um projeto deslanchar, sempre acontece algo que faz tudo ir por água abaixo. Ou mesmo queixas de enxaquecas, dores em articulações que não se resolvem, quedas frequentes em que machuca os pés, tornozelos, etc.

Será que não seria mais interessante parar e prestar a atenção no que estas situações ou sintomas repetitivos têm a lhe dizer? O que é necessário acontecer para te acordar de vez e você finalmente olhar para sua dor e decidir-se a resolvê-la?

Muitas vezes traumas ocorridos no decorrer de sua vida faz com que você suprime sentimentos que por sua vez gritará por socorro em forma de outros sintomas, dando sustentação a ideia de que nada dará certo em sua vida, gerando crenças irracionais a respeito do que você pode ou não realizar.

Cada vez que a tal dor resolve se manifestar, você novamente tenta abafá-la, como se fosse uma bola de piscina que tenta a qualquer custo manter embaixo da água, mas que em algum momento, voltará a emergir.

A proposta é permitir-se a olhar os ciclos repetitivos e entender que é melhor parar e resolver o que tenta manter submerso e que vem favorecendo situações ruins em várias áreas de sua vida.

Quando se olha para o que está causando dor e ou mesmo para o que está disfuncional, já se tem uma melhor compreensão das causas primárias que têm gerado problemas. Este é o primeiro passo, a conscientização. A partir desse ponto, é importante observar e escolher um caminho que lhe ajudará a encontrar saídas assertivas, para que desta forma saia do círculo vicioso e possa iniciar uma nova jornada de situações positivas.
Fonte: emais.estadao.com.br
Postar um comentário
 
Copyright © 2011 - 2014 O Controle da Mente - A Ciência em Ação!