Ultimas

Doenças Psiquiátricas Que Causam Afastamento do Trabalho

O Brasil é o país mais depressivo da América Latina e, não à toa, os transtornos mentais são a terceira maior causa das licenças médicas, perdendo apenas para as lesões por esforço repetitivo (LER) e as lesões traumáticas nos motivos que geram o afastamento do trabalho.

A crise que a economia brasileira vem atravessando nos últimos anos tem contribuído para o aumento destes índices, uma vez que o trabalhador tem desempenhado suas funções sob a pressão constante de ficar desempregado, o que intensifica o estresse e a ansiedade.

No post de hoje, falaremos sobre as principais questões psiquiátricas que levam os trabalhadores a se afastarem de seu ambiente de trabalho. Acompanhe!

Principais Causas de afastamento do trabalho:

Depressão

De acordo com a organização mundial de saúde a depressão é uma das doenças mais frequentes no mundo, sendo no Brasil, uma das principais causas de afastamento do trabalho.

Pessoas depressivas apresentam como sintomas a tristeza excessiva, perda de interesse em atividades que gostavam de fazer, perda de apetite, dificuldade de concentração e de dormir, sendo ainda, um fator de risco grave para o suicídio.

Em muitos casos, o comportamento depressivo é a evolução de algum tipo de estresse ocupacional. Ocasionado, por exemplo, em decorrência de jornadas longas e exaustivas de trabalho, além de metas agressivas e de constante medo de ficar desempregado.

Transtorno de ansiedade generalizada (TAG)

TAG é um transtorno relativo ao quadro prolongado de ansiedade que torna a pessoa incapaz de desempenhar atividades simples e rotineiras. Quem sofre deste transtorno tem uma preocupação excessiva e vive sob tensão, sem um motivo aparente, que pode desencadear os seguintes sintomas físicos:
  • Taquicardia;
  • fadiga;
  • irritabilidade;
  • dificuldade para adormecer;
  • dores de cabeça;
  • náuseas e dores no estômago;
  • dificuldade de concentração e realização de tarefas corriqueiras. 
O TAG é geralmente associado a episódios de estresse pós-traumático e, portanto, sua ocorrência é bastante comum nas profissões de risco, como policiais e bombeiros. O TAG pode acometer pessoas que frequentemente estão sujeitas a assaltos ou sequestros relâmpagos, como o caso de bancários, caminhoneiros ou seguranças.

Perturbações geradas pelo consumo de substâncias psicoativas

Dados do INSS indicam que o afastamento do trabalho em decorrência do alcoolismo aumentou 19% nos últimos quatro anos. O uso de cocaína é a segunda causa responsável pelas licenças médicas, seguidas pelo abuso de maconha, haxixe e alucinógenos.

A dependência de substâncias psicoativas seja bebida alcoólica, seja drogas ilícitas, é reconhecida pela OMS como uma patologia que gera compulsão, retira o poder de discernimento do usuário e pode ser causada por diversos motivos, como, um ambiente de trabalho estressante, para controlar ansiedade ou angústia, a existência de uma depressão ou até mesmo a predisposição genética.

Isso significa que, se o trabalhador for diagnosticado como dependente, sendo necessário um tratamento para retornar a sobriedade, a empresa não pode demiti-lo. Ela deverá afastá-lo de suas funções, como qualquer outro colaborador que necessite de ajuda médica.

Síndrome de Burnout

Também conhecida como síndrome de esgotamento profissional, encontra nos viciados em trabalho as suas vítimas em potencial.

Os workaholics, como são conhecidos, são movidos por uma noção distorcida de produtividade e competitividade, muitas vezes, estimulada pelo próprio mercado de trabalho e esgotam todas as suas reservas físicas e mentais. Com isto, o profissional que antes era motivado, passa a ser irritado, desanimado e com uma constante sensação de fracasso.

Quem sofre da síndrome de Burnout pode apresentar quadros de síndrome do pânico, psicoses, desmaio, tontura, cansaço extremo, choro fácil, entre outros. Tudo isso ligado, diretamente ao trabalho. Em casos extremos, a pessoa não pode ver nem um comercial na TV sobre a empresa que labora. No Brasil, aproximadamente 30% dos empregados sofrem de Burnout.

E você, já passou por alguma doença que dão causas de afastamento do trabalho? Como você fez para superá-la? Conte para nós!
Fonte: psicologiaviva.com.br
Postar um comentário
 
Copyright © 2011 - 2014 O Controle da Mente - A Ciência em Ação!