Ultimas

Esta Estranha Criatura Vive nas Águas Mais Profundas da Terra

Imagine você viver a 8.000 metros de profundidade, onde a pressão da água é 800 vezes maior do que na superfície e as temperaturas beiram o zero grau.

Embora seja quase impossível, este é o habitat do mais novo recordista do mundo animal, Pseudoliparis swirei, também conhecido como peixe-caracol-Mariana, uma vez que foi encontrado na Fossa das Marianas, o ponto mais profundo do oceano, localizado a 11 mil metros da superfície e próximo às Filipinas e em meio ao Pacífico.

Esse é o peixe mais profundo já coletado do leito do oceano, e nós estamos muito empolgados por ter um nome oficial, disse Mackenzie Gerringer, da Universidade de Washington, e principal autor do estudo que descreveu a recente descoberta. “Eles não parecem muito robustos ou fortes para viver em um ambiente tão extremo, mas são extremamente bem-sucedidos.

O peixe-caracol-Mariana foi encontrado em meio a outras 37 espécies coletadas durante expedições feitas entre 2014 e 2017, em profundezas variadas de 6.900 a 8.000 metros. Ele foi submetido a análises de DNA e escaneamento 3D, a fim de que os pesquisadores descobrissem mais sobre estruturas do esqueleto e pele.

No entanto, nenhuma das outras espécies pareceu tão interessante quanto o pequeno peixe Mariana. “Peixes-caracóis se adaptaram a ir mais fundo que qualquer outro peixe”, disse Thomas Linley, coautor do estudo, da Universidade de Newcastle. “Ali eles estão livre de predadores, e o formato em funil das fossas submarinas indica que ali tem muito mais comida. Há diversos invertebrados e o peixe-caracol é o maior predador. Eles são ativos e parecem muito bem alimentados”, acrescentou.

Embora este seja o peixe registrado na maior profundidade do oceano, ele está longe de ser a única forma de vida na profunda Fossa das Marianas. Há alguns milhares de metros de profundidade além, há bactérias, bem como mini crustáceos mais capacitados.

É incrível ver o que vive por lá”, disseram os pesquisadores. “Nós pensávamos que é um ambiente difícil por ser tão extremo para a gente, mas há todo um grupo de organismos que são felizes lá embaixo”.   

Os pesquisadores agora esperam continuar explorando as profundidades em busca de novas formas de vida. A descoberta em questão foi publicada na revista Zootaxa.  
Fonte: sciencealert.com
Postar um comentário
 
Copyright © 2011 - 2014 O Controle da Mente - A Ciência em Ação!